sábado, 19 de junho de 2010

Centenário Pentecostal

A contagem regressiva já começou! E hoje é o primeiro dia de um ano inteiro para a Assembleia de Deus em Belém e no Brasil completar o ciclo histórico que culminará na comemoração do seu Centenário.

Há exatos 99 anos, um pequeno grupo de crentes evangélicos de Belém e dois missionários da Suécia, Daniel Berg e Gunnar Vingren, estavam cultuando a Deus conjuntamente em preciosos momentos de oração, louvor e adoração.

Esse culto tinha uma característica peculiar, algo que os diferenciava radicalmente dos demais religiosos que existiam não somente na capital paraense, mas em todo o Brasil: eles experimentavam manifestações espirituais sobrenaturais, nas quais, como os discípulos nos templos bíblicos, falavam em outras línguas e profetizavam, assim como demonstravam o poder de Deus para salvação dos perdidos, libertação dos cativos e cura de enfermos.

Era justamente esse poder sobrenatural que marcava e diferenciava a nascente comunidade pentecostal. Antes mesmo de 18 de junho, data oficial de fundação da Assembleia de Deus, as manifestações pentecostais já eram vivenciadas pelos primeiros membros da novel igreja.

Quando Celina Albuquerque começou a falar em “línguas estranhas” em êxtase espiritual, exatamente como as Escrituras relatam que aconteceu com os discípulos da Igreja Primitiva no dia de Pentecostes (Atos 2.1-12), ela tornou-se reconhecidamente a primeira pessoa no Brasil a ser batizada com o Espírito Santo.

A presença do poder pentecostal como normalidade na vida da igreja não somente tornou aquele grupo diferente, mas trouxe a capacidade de servir a Deus em uma dimensão mais ampla. Como quem serve a Deus no poder do pentecostes é movido por uma motivação avivada para alcançar e abençoar outras vidas, os pioneiros se lançaram na proclamação do evangelho em Belém, nas demais cidades paraenses e, posteriormente, em todos os estados do País.

O Espírito Santo colaborou com esse pequeno rebanho, enquanto o Senhor estendia as Suas mãos para salvar, libertar, curar e abençoar muitas vidas. Esse poder os tornou ousados na proclamação do evangelho, pois, mesmo em face às perseguições de outros grupos religiosos e resistências espirituais da maldade, eles continuaram nas manifestações do poder pentecostal, de modo que muitos mais crentes passaram a glorificar o nome do Senhor Jesus e incontáveis vidas foram alcançadas pelo amor de Deus.

O resultado foi um crescimento extraordinário, que fez da Assembleia de Deus a maior denominação evangélica do Brasil, hoje com cerca de 20 milhões de membros, centenas de milhares de pastores e dezenas de milhares de templos espalhados pelo Brasil, além de um intenso trabalho missionário que leva o evangelho a todo o mundo, inclusive através dos meios de comunicação de massa.

De modo semelhante ao dia de Pentecostes, em Jerusalém, quando muitos foram atraídos pelo poder pentecostal, viram e ouviram os discípulos falando em outras línguas e glorificando ao Senhor Deus, esperamos agora que muitos sejam atraídos a Belém, a fim de participarem conosco deste momento pentecostal marcante.

Venha conosco celebrar sob a presença e o poder de Deus e brade conosco o nosso grito de celebração: Assembleia de Deus em Belém – 99 anos de Pentecostes Rumo ao Centenário! Saudamos bem-vindas as caravanas de pastores de vários estados do Brasil, os quais participaram da nossa Convenção Centenária da Igreja-mãe das Assembleias de Deus no Brasil (CIMADB) e continuam abrilhantando as nossas festividades.

Neste sábado, às 18h, ocorrerá a Grande Concentração Pentecostal no Estádio do Mangueirão, que será transformado no “cenáculo a céu aberto” lotado de adoradores, quando esperamos ter um grande derramamento do poder do Espírito Santo sobre todo o povo de Deus.

Enquanto marcha rumo ao Centenário, a Assembleia de Deus em Belém tem diante de si enormes desafios. Por sua natureza, um desafio é o “ato de incitar alguém para que faça algo, geralmente além de suas possibilidades”.


Os primeiros assembleianos tiveram os seus desafios e os cumpriram sob o poder de Deus. Prova disso é que a mensagem chegou até nós no mesmo poder de pentecostes. Agora é a vez da “geração do Centenário”. Temos o dever de celebrar no mesmo poder sobrenatural que caracterizou os humildes começos dessa grande obra de Deus.


Portanto, só deve nos interessar uma celebração plena do Poder Pentecostal, onde Deus manifeste abundante e poderosamente a Sua glória para suprir as nossas necessidades e nos capacite para alcançar as nossas metas, transformando vidas e demonstrando com muitas provas incontestáveis que Jesus Cristo é o Senhor e Salvador.


A minha oração é esta: “Seja sobre nós a graça do Senhor, nosso Deus; confirma sobre nós as obras das nossas mãos” e nos conceda um Centenário Pentecostal!

Samuel Câmara - Pastor da Assembléia de Deus Belém / PA - Igreja Mãe
Confira os artigos do Pastor Samuel Câmara, todas as semanas no jornal "O Liberal" -http://www.oliberal.com.br/

Um comentário:

Selva disse...

BOA TARDE PASTOR, A PAZ DO SENHOR JESUS, VENHO AGRADECER PELA GRANDE MANIFESTAÇÃO DE FÉ E FORÇA PARA CUMPRIR OS CHAMAMENTOS DO SENHOR. APROVEITANDO ESSE MOMENTO, VENHO LHE PEDIR QUE JUNTO A ESSE GRANDE EMPREENDIMENTO DO CENTRO DE CONVENÇÕES, O SENHOR VISUALIZE UMA ESCOLA DE ENSINO FUNDAMENTAL PARA NOSSOS FILHOS, ONDE POSSAM APRENDER OS CAMINHOS DO SENHOR PARA QUE NÃO SEJAM SUBJUGADAS AOS ENSINAMENTOS DO MALIGNO EM OUTRAS ESCOLAS.

DEIXO AQUI MEU PEDIDO COM GRANDE EMOÇÃO, ESTAREI NO MANGUEIRÃO DAQUI A POUCO. AMÉM!